Cada vez mais os projetos tendem a ser bombardeados por requisições de mudanças (obrigatórias ou não), seja num contexto de inovações voltadas ao imediatismo da concorrência, seja num contexto de melhoria contínua do modus operandi.

Atualmente, é difícil encontrar uma empresa que não tenha uma iniciativa, mesmo que ainda tímida, de tirar os conceitos ágeis do papel para aplicá-los no Gerenciamento de Projetos. Uma pesquisa realizada (fonte: McKinsey) com 2.500 líderes de negócio, constatou que 75% dos entrevistados definem agilidade organizacional como a principal ou uma das três principais prioridades da sua organização.

Saiba quais são os principais desafios na implantação de métodos ágeis e como enfrentá-los neste e-book.

 

Veja também:

[Blog] Como elaborar um Planejamento Estratégico Ágil?

[Podcast] Agilidade na prática: o que grandes empresas têm a ensinar?

[Webinar] Métodos tradicionais, ágeis e híbridos: qual o mais indicado?

 

Autora:

Carolina Abrantes: Sócia-Diretora e fundadora da Bridge & Co. É Engenheira de Produção pela UFRJ com MBA em Gestão Empresarial pela FGV (Fundação Getulio Vargas) e possui certificações PMP, Scrum, ITIL® entre outras. Participou do grupo de pesquisa em Engenharia de Produção da COPPE/UFRJ. É responsável por diversos projetos de implantação de melhores práticas em empresas públicas e privadas, nacionais e multinacionais.