Um novo ano se inicia e com ele tecnologias e frameworks ganham destaque ou se aperfeiçoam para aprimorar os serviços de TI e a gestão de projetos. Segundo Gartner, as tendências para 2019 estão divididas no que foi chamado de “Intelligent Digital Mesh” (em português, Malha Digital Inteligente).

“Inteligente” devido à maior inserção da inteligência artificial nas tecnologias existentes; “digital”, pois busca propiciar um mundo imersivo entre o físico e o digital; e “malha”, pois explora e fortalece conexões entre grupos de pessoas, organizações, conteúdos e serviços.

Juntos, os três temas acima consistem em fatores-chave para um processo contínuo de inovação. Mas, afinal, como selecionar e incorporar tais novidades de forma que agreguem valor aos serviços e clientes? Nem todas as tendências farão sentido para todos os tipos de negócio. No entanto, para manutenção da competitividade é imprescindível que as organizações estejam alinhadas às demandas e expectativas do mercado.

Dessa forma, listamos abaixo serviços apontados com grande potencial para alavancar os resultados da área de TI e ressaltamos assuntos que têm permeado o novo ano no que diz respeito à gestão de serviços e projetos:

Melhoria e automação de processos

Segundo o relatório Brazilian Software Market: scenario and trends (Abes, 2018), o resultado positivo da TI em 2017, em que os setores de software e serviços aumentaram 3,7% em relação ao ano anterior, gerou melhores expectativas para o futuro impulsionado pela preocupação dos executivos em manter a eficiência operacional, tornando processos mais ágeis e eficientes, a fim de manterem-se competitivos em seus mercados. Afinal, alavancagem e transformações no negócio podem ser alcançadas através da análise e melhoria daqueles processos que influenciam seu resultado.

Robotic Process Automation (RPA)

No centro das tendências para 2019 está a automação. Segundo Gartner, até 2020, 90% das médias e grandes empresas terão pelo menos um processo sendo operacionalizado por um robô. O webinar “Robotic Process Automation (RPA): diretrizes para um resultado efetivo em automação de processos”, publicado pelo Bridge Academy, aponta o porquê desta nova abordagem estar no topo da Era Digital.

Business Intelligence & Analytics (BI & BA)

Estudos da Forbes Insights confirmam que a mudança para insights orientados a dados tem se potencializado devido à confiança contínua dos negócios em tecnologia e automação. O crescimento das tecnologias digitais tem impulsionado a capacidade de analisar mais dados de forma cada vez mais precisa.

Transformação digital e inovação

Dentro deste tema destacam-se tecnologias como Realidade Aumentada (AR), Realidade Mista (MR) e Realidade Virtual (VR) na mudança da experiência do cliente (Customer Experience – CX). Segundo Gartner, o futuro das plataformas de conversação, desde assistentes virtuais a chatbots, incorporará canais sensoriais expandidos que permitirão detectar emoções com base em expressões faciais. Para conhecer demais práticas de CX e como a Realidade Aumentada pode ser aplicada na prática, indicamos as seguintes leituras “Como implantar uma estratégia de Customer Experience” e “Realidade Aumentada: uma nova maneira de enxergar o mundo”.

Processos ITIL®

O framework ITIL® ganha uma nova versão em 2019: o ITIL® 4. Sua atualização visa suportar o negócio na Transformação Digital e a entrega de serviços digitais. Pitadas de Agile, DevOps, Lean IT, TI Bimodal, IT4IT, governança e gestão de dados também foram incorporadas nesta quarta versão. Saiba maiores detalhes no post “O ITIL 4® está a caminho”.

Governança de TI

O framework de boas práticas de governança e gerenciamento de TI também ganhou uma nova versão: o COBIT® 2019. Segundo Rob Clyde, presidente do conselho da ISACA, a nova versão visa aumentar o valor derivado dos ativos de informação e tecnologia através de melhor governança e gestão, estimulando o crescimento e a inovação ao mesmo tempo em que fortalece as organizações contra ameaças e riscos.

Gestão Ágil de Projetos

Num cenário de mercado cada vez mais dinâmico, as metodologias ágeis de gerenciamento de projetos encontram terreno fértil para crescimento. Segundo levantamento do Gartner, até 2018 três em cada quatro empresas do setor já estariam utilizando tais métodos. Este tema é abordado no e-book “Adoção de Métodos Ágeis: cinco desafios e possíveis caminhos”, sobre como enfrentar os principais desafios para uma implantação bem-sucedida de métodos ágeis.

Após a elucidação dos tópicos acima, as tendências, suas aplicabilidades e relevância tornam-se evidentes. Dessa forma, alinhada às novas expectativas, a Bridge Consulting inicia 2019 com um novo e atualizado portfólio de serviços. Não deixe de conferir!

Bridge Consulting

Ariela Serejo
Graduada em Ciências Atuariais pela UFF e estudante de Administração na mesma faculdade, com experiência em projetos de Gestão de Conhecimento. Analista do Bridge Academy.